segunda-feira, 6 de maio de 2013

Redes sociais – desabafos, excessos e riscos

Leia mais:
De acordo com o autor, o homem contemporâneo sofre da compulsão de emitir opiniões para marcar sua presença “porque mais importante do que fazer uma boa figura é fazer alguma figura”. Graças à internet, podemos estar na mídia, sem a necessidade de mediadores. Podemos fazer nossa autopropaganda independente de intermediários. E como, hoje, “ser é ser percebido” a presença nas redes sociais tornou-se um vício da pós-modernidade, que pode fazer de nós vítimas das emissões de opiniões irrefletidas e infundadas.

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Manual de Poesia e Textos